terça-feira, 25 de agosto de 2009

O que é Hardware Livre?

Nenhum comentário

Numa noite, já a muito tempo, após ter assistido a um episódio da série Jornada nas Estrelas, tive um sonho. Sonhei que eu estava, artesanalmente, construindo uma espécie de computador. Do mesmo modo que Spock fazia quando, não havendo tecnologia devido à época, ele construía um similar com o que havia de disponível. Assim que acordei no dia seguinte, apaixonadamente, estabeleci um problema para mim mesmo. Feito isso minha vida inteira está sendo um delicioso modo de correr atrás do que precisava para resolvê-lo.

Eis então o meu problema: o tipo de tecnologia nascido a partir da revolução industrial é apenas um dos diversos modos de se produzir e elaborar conhecimento. E, o modo de resolver esse problema é abrir uma fenda no fluxo do imediatismo do capital financeirizado e produzir ciência de grandes resultados sem que governos e empresas interfiram. Da relação entre problema e modo de solucioná-lo nasce o que nomeei de Hardware Livre. O que na verdade é um homônimo do que significa o software livre para Richard Stallman. A noção de “livre” também se aproxima das idéias das redes de Metareciclagem. Porém, um pontinho de diferença é que adquirimos o conhecimento necessário para a elaboração e construção propriamente dita. Como as realizadas pela rede do Institute for Applied Autonomy.

Pois bem, e onde se adquire esses conhecimentos? De modo auto-didata nas Academias Virtuais Generalizadas espalhadas pela internet, e nas Universidades públicas. Só que, nestas ao invés de sonharmos em sermos futuramente empregados de uma grande multinacional, nelas criamos espaços de contribuições de tempo, dinheiro, equipamentos, programas e pessoas. Nós mesmos podemos implementar um modelo aberto de saber tecnológico, que realiza a própria soberania social. Para temporariamente finalizar, parafraseio um filósofo alemão: cientistas e tecnólogos têm apenas perpetuado o modelo tecnológico de dependência e mortificação do indivíduo, a questão, porém, é libertar a tecnologia!

Nenhum comentário :