quarta-feira, 16 de abril de 2008

Anti-tentação de tornar abstrato a si mesmo

Nenhum comentário

Benvinda e/ou benvindo ao Instituto Autonomia!
Abrimos esta fenda no continuun do espaço-tempo do dia a dia do trabalho e do tumulto consumista com a força e o desejo de proporcionarmos grandes estímulos da vida para a vida. Sem o temor diante das conseqüências duras e perigosas da auto-determinação e vivendo livres e de modo efêmero, em vez de vivermos como um sujeito universal sob a perspectiva do Ser englobante. Todos os saberes e habilidades são significativos e efêmeros ao mesmo tempo em que somos únicos e/ou únicas, irremediáveis e inapeláveis. Nossa luta imediata é contra o livre cavalgar da burocracia, onde esta situação de violência velada torna-se o mais poderoso instrumento de poder. Vida direta, sem mediações religiosas, estatais ou de trabalhos forçados. As autoridades não são bem-feitores salvadores de algum estado de selvageria e muito menos a submissão - característica da vida moderna - é da ordem da natureza humana. Para nós, ser humano não significa ser conformista, repetitivo e regular. Sim significa vida não reprimida. Viventes que livremente se apropriam de uma terra ainda invisível, pois a visível é reivindicada pelo agrobusiness e pelos exploradores de seu subsolo. Terra invisível, porém não virtual, tão real quanto conseguimos locomover nossos corpos por ela. É a terra da autonomia. Juntemos nossos conhecimentos e habilidades adquiridos - sejam pela "pequena bagagem" ou pelas "grandes ciências" - ao longo de nossas vidas e vejamos o que acontece... esperem... terra à vista!!!

Obrigado e/ou obrigada

Nenhum comentário :